Lisboa e Porto: 150 voos cancelados até sábado devido à greve da Portway – Aviação

Lisboa e Porto: 150 voos cancelados até sábado devido à greve da Portway – Aviação

Um total de 149 voos previstos entre esta sexta-feira e sábado nos aeroportos de Lisboa e Porto já foram cancelados devido à greve dos trabalhadores da Portway, que se prolongará até domingo. E mais da metade (64%) é da easyJet, que foi a mais atingida pelo protesto. publicados no site da ANA em tempo real, um total de 102 voos foram cancelados em Lisboa entre partidas e chegadas. Destes, 62 voos foram cancelados nesta sexta-feira, além de outros 40 que não partirão neste sábado. as partidas e chegadas já foram canceladas.

Faro e Funchal ainda não têm voos cancelados, mas em Negocios o Sindicato Nacional da Aviação Civil (SINTAC) diz que nestes dois aeroportos “atrasos significativos” no trabalho de “pelo menos uma hora”.

De momento, em Lisboa e no Porto, a adesão à greve situa-se entre 90% e 95%, em Faro – entre 40% e 50%, e no Funchal – cerca de 60%. diz a Negosios Pedro Figueiredo, o dirigente sindical da Portway. No verso do comunicado, a empresa de serviços assume restrições apenas nos aeroportos de Lisboa e Porto e diz que a afluência ao protesto é inferior a 10%.

Publicado no site da ANA , também mostram que dos 149 cancelamentos, 95 são na easyJet. Este número corresponde a 64% do número total de voos low-cost cancelados no Reino Unido. . A transportadora de baixo custo disse em comunicado que, antes do início da greve, decidiu cancelar voos de e para os aeroportos de Lisboa e Porto, e diz que está a contactar os passageiros para que as viagens possam ser remarcadas gratuitamente.

Além do low-cost do Reino Unido, a Portway, empresa líder da da Vinci, informa que 21 voos de outras empresas ainda podem ser cancelados ou atrasados: Aegean, Air Canada. Air Transat, American Airlines, Blue Air, Bruxelas, Cabo Verde Airlines, Euroatlantic, European Air Transport, Eurowings, Finnair, Flyone, Latam, Luxair, Swiftair, Transavia, Transavia France, Tunisair, Turkish Airlines, Volotea e Wizzair.

Assim, a Portway alerta no seu comunicado que “Dado o impacto da greve nas operações aeroportuárias, aconselha-se aos viajantes que reconfirmem os seus voos com as companhias aéreas antes de se dirigirem ao aeroporto. aeroportos.”

Foi organizado pelo SINTAC um protesto para os aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Funchal contra o “clima de terror psicológico” e a falta de aumentos salariais. .

Gradeer hierdie post

Verwante poste

Leave a comment

fout: