Esta sexta-feira, em Marselha, dois agentes da polícia foram condenados a, respetivamente, cinco e seis meses de prisão por violência contra dois jovens manifestantes durante a dispersão de uma procissão à margem da luta contra o projeto de reforma das pensões em 2023. Violência “ilegítima” e “desproporcional” As condenações estão em linha com as sentenças

Esta sexta-feira, em Marselha, dois agentes da polícia foram condenados a, respetivamente, cinco e seis meses de prisão por violência contra dois jovens manifestantes durante a dispersão de uma procissão à margem da luta contra o projeto de reforma das pensões em 2023.

Violência “ilegítima” e “desproporcional”

As condenações estão em linha com as sentenças exigidas numa audiência realizada em março, durante a qual Sylvie Odier, procuradora-adjunta do tribunal judicial de Marselha, denunciou “violência ilegítima”. O tribunal decidiu na sexta-feira que a violência cometida foi “desproporcional”.

“É uma motivação concisa, claro. Portanto é difícil emitir um parecer jurídico, porque não conhecemos bem a motivação do magistrado”, reagiu Me Sandrine Pauzano, advogada de um dos dois polícias, afirmando que pelo contrário a “violência foi legítima”.

“Quando gritamos “Afastem-se! Ninguém está passando!”, devemos obedecer”

Em 28 de março de 2023, cerca de 300 pessoas manifestaram-se perto da estação Saint-Charles. O desfile foi pontuado por diversos incidentes: danos ao mobiliário urbano, incêndios em lixo e projéteis lançados contra os cerca de trinta policiais mobilizados. Enquanto a ordem de dispersão foi emitida, um jovem casal foi violentamente interceptado.

Os dois policiais não contestaram ter utilizado o escudo e o cassetete “nas partes moles do corpo” para prender o jovem e a jovem, segurando um megafone. “Só agimos sob ordens e quando gritamos ‘Afastem-se! Ninguém passa!’, devemos obedecer”, explicou um dos arguidos.

O promotor avaliou que o casal não fazia parte do núcleo duro da manifestação e que não sabia que não tinha direito de passagem quando a polícia bloqueou sua passagem.

Os dois jovens, agora partes civis, manifestaram o sentimento de terem “sido destruídos”, apesar de terem decidido regressar a casa.

Fonte: Agências de Notícias

Atualizado em by Randy Ramage
Registro Rápido

A Exnova oferece uma plataforma única para seus traders. A estrutura é clara e transparente.

89%
Pontuação de Confiança

Ganhe $10.000 Virtuais Ilimitados! Depósito Inicial Não é Necessário.

icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Pontuação de Confiança
Esta sexta-feira, em Marselha, dois agentes da polícia foram condenados a, respetivamente, cinco e seis meses de prisão por violência contra dois jovens manifestantes durante a dispersão de uma procissão à margem da luta contra o projeto de reforma das pensões em 2023. Violência “ilegítima” e “desproporcional” As condenações estão em linha com as sentenças
banner image