Guia Completo Para Estratégias de Negociação de Criptomoedas Para Iniciantes

Guia Completo Para Estratégias de Negociação de Criptomoedas

Existem inúmeras maneiras de lucrar com a negociação de criptomoedas. As estratégias de negociação ajudam a organizar essas técnicas em um plano coerente que você pode seguir. Dessa forma, você pode monitorar e otimizar continuamente sua estratégia de criptomoedas.

As duas principais abordagens que você precisa considerar ao construir uma estratégia de negociação são a análise técnica (TA) e a análise fundamental (FA). Diferenciaremos qual se aplica a cada uma dessas estratégias, mas certifique-se de entender as diferenças entre esses conceitos antes de prosseguir.

Uma vez que existem muitas estratégias de negociação diferentes, abordaremos algumas das mais comuns. Este artigo concentra-se principalmente em estratégias de negociação de criptomoedas, mas elas também podem ser aplicadas a outros ativos financeiros, como forex, ações, opções ou metais preciosos como ouro.

Então, você gostaria de criar sua própria estratégia de negociação? Este artigo ajudará você com os conceitos básicos de como abordar a especulação nos mercados de criptomoedas. Com uma estratégia de negociação sólida, você tem mais chances de alcançar seus objetivos de negociação e investimento.

O que é uma estratégia de negociação?

Podemos descrever uma estratégia de negociação como um plano abrangente para todas as suas atividades de negociação. É uma estrutura que você cria para orientá-lo em todas as suas empreitadas comerciais.

Um plano de negociação também pode ajudar a mitigar o risco financeiro, pois elimina muitas decisões desnecessárias. Embora ter uma estratégia de negociação não seja obrigatório, pode ser uma salvação em alguns momentos.

Se algo inesperado acontecer no mercado (e isso acontecerá), seu plano de negociação deve definir como você reage – e não suas emoções. Em outras palavras, ter um plano de negociação preparado faz com que você esteja preparado para os possíveis resultados. Isso impede que você tome decisões apressadas e impulsivas que geralmente levam a grandes perdas financeiras.

Por exemplo, uma estratégia de negociação abrangente pode incluir o seguinte:

  • quais classes de ativos você negocia
  • quais configurações você utiliza
  • quais ferramentas e indicadores você usa
  • o que aciona suas entradas e saídas (colocação de stop-loss)
  • o que determina o dimensionamento de sua posição
  • como você documenta e mede o desempenho de sua carteira

Além disso, seu plano de negociação também pode conter outras diretrizes gerais, até mesmo alguns detalhes menores. Por exemplo, você pode definir que nunca negociará às sextas-feiras ou que nunca negociará se estiver cansado ou com sono. Ou você pode estabelecer uma programação de negociação, para que você negocie apenas em dias específicos da semana. Você costuma verificar o preço do Bitcoin durante o fim de semana? Sempre feche suas posições antes do fim de semana. Orientações personalizadas como essas também podem ser incluídas em sua estratégia de negociação.

Elaborar uma estratégia de negociação pode incluir também a verificação por meio de backtesting e forward testing. Por exemplo, você pode fazer negociações simuladas no testnet de futuros da Binance.

Neste artigo, consideraremos dois tipos de estratégias de negociação: ativa e passiva.

Como você verá em breve, as definições das estratégias de negociação não são necessariamente rígidas e pode haver sobreposição entre elas. Na verdade, pode valer a pena considerar uma abordagem híbrida, combinando várias estratégias.

Estratégias de negociação ativas

As estratégias ativas exigem mais tempo e atenção. Chamamos de ativas porque envolvem monitoramento constante e gerenciamento frequente da carteira.

Day trading

O day trading pode ser a estratégia de negociação ativa mais conhecida. É um equívoco comum pensar que todos os traders ativos são, por definição, day traders, mas isso não é verdade.

O day trading envolve entrar e sair de posições no mesmo dia. Portanto, os day traders visam aproveitar os movimentos de preço intradiários, ou seja, movimentos de preço que ocorrem dentro de um dia de negociação.

O termo “day trading” vem dos mercados tradicionais, onde a negociação é aberta apenas durante horas específicas do dia. Portanto, nesses mercados, os day traders nunca mantêm posições durante a noite, quando a negociação é interrompida.

A maioria das plataformas de negociação de moeda digital está aberta 24 horas por dia, 365 dias por ano. Portanto, o day trading é usado em um contexto um pouco diferente quando se trata dos mercados de criptomoedas. Geralmente se refere a um estilo de negociação de curto prazo, em que os traders entram e saem de posições em um prazo de 24 horas ou menos.

Os day traders geralmente usam ação de preço e análise técnica para formular ideias de negociação. Além disso, eles podem empregar muitas outras técnicas para encontrar ineficiências no mercado.

O day trading de criptomoedas pode ser altamente lucrativo para alguns, mas também pode ser bastante estressante, exigente e envolver alto risco. Portanto, o day trading é recomendado para traders mais experientes.

Swing trading

O swing trading é um tipo de estratégia de negociação de médio prazo que envolve a manutenção de posições por mais de um dia, mas geralmente não mais do que algumas semanas ou um mês. De certa forma, o swing trading fica entre o day trading e o trend trading.

Os swing traders geralmente tentam aproveitar as ondas de volatilidade que levam vários dias ou semanas para se desenrolar. Os swing traders podem usar uma combinação de fatores técnicos e fundamentais para formular suas ideias de negociação. Naturalmente, as mudanças fundamentais podem levar mais tempo para se desdobrar, e é aí que a análise fundamental entra em jogo. Mesmo assim, padrões de gráfico e indicadores técnicos também podem desempenhar um papel importante em uma estratégia de swing trading.

O swing trading pode ser a estratégia de negociação ativa mais conveniente para iniciantes. Um benefício significativo do swing trading em relação ao day trading é que as operações de swing levam mais tempo para se desenrolar. Ainda assim, eles são curtos o suficiente para que não seja muito difícil acompanhar a negociação.

Isso permite que os traders tenham mais tempo para considerar suas decisões. Na maioria dos casos, eles têm tempo suficiente para reagir a como a negociação está se desenrolando. Com o swing trading, as decisões podem ser tomadas com menos pressa e mais racionalidade. Por outro lado, o day trading geralmente exige decisões rápidas e execução rápida, o que não é ideal para um iniciante.

Trend trading

Às vezes também chamado de position trading, o trend trading é uma estratégia que envolve a manutenção de posições por um período de tempo mais longo, normalmente pelo menos alguns meses. Como o nome sugere, os trend traders tentam aproveitar as tendências direcionais. Os trend traders podem entrar em uma posição longa em uma tendência de alta e em uma posição curta em uma tendência de baixa.

Os trend traders geralmente usam análise fundamental, mas isso nem sempre é o caso. Mesmo assim, a análise fundamental considera eventos que podem levar muito tempo para se desdobrar – e são essas as movimentações que os trend traders tentam aproveitar.

Uma estratégia de trend trading pressupõe que o ativo subjacente continuará se movendo na direção da tendência. No entanto, os trend traders também precisam levar em conta a possibilidade de reversão da tendência. Como tal, eles também podem incorporar médias móveis, linhas de tendência e outros indicadores técnicos em sua estratégia para tentar aumentar sua taxa de sucesso e mitigar riscos financeiros.

O trend trading pode ser ideal para traders iniciantes se eles fizerem sua própria pesquisa e gerenciarem o risco adequadamente.

Scalping

O scalping é uma das estratégias de negociação mais rápidas. Os scalpers não tentam aproveitar grandes movimentos ou tendências prolongadas. É uma estratégia que se concentra em explorar pequenos movimentos repetidamente. Por exemplo, obter lucro com spreads entre as ofertas de compra e venda, lacunas de liquidez ou outras ineficiências no mercado.

Os scalpers não têm como objetivo manter suas posições por muito tempo. É bastante comum ver traders de scalping abrindo e fechando posições em questão de segundos. É por isso que o scalping está frequentemente relacionado à negociação de alta frequência (HFT).

O scalping pode ser uma estratégia especialmente lucrativa se um trader encontrar uma ineficiência de mercado que ocorre repetidamente e que ele possa explorar. Cada vez que isso acontece, eles podem obter pequenos lucros que se acumulam ao longo do tempo. O scalping geralmente é ideal para mercados com maior liquidez, onde entrar e sair de posições é relativamente suave e previsível.

O scalping é uma estratégia avançada de negociação que não é recomendada para traders iniciantes devido à sua complexidade. Também requer um profundo entendimento dos mecanismos dos mercados. Além disso, o scalping geralmente é mais adequado para traders de grande porte (baleias). As metas de lucro percentuais tendem a ser menores, portanto, faz mais sentido negociar posições maiores.

Estratégias de investimento passivas

As estratégias de investimento passivas permitem uma abordagem mais relaxada, onde a gestão da carteira requer menos tempo e atenção. Embora existam diferenças entre estratégias de negociação e de investimento, a negociação significa essencialmente comprar e vender ativos na esperança de obter lucro.

Comprar e manter

“Comprar e manter” é uma estratégia de investimento passiva em que os traders compram um ativo com a intenção de mantê-lo por um longo período, independentemente das flutuações do mercado.

Essa estratégia é normalmente usada em carteiras de investimento de longo prazo, onde a ideia é simplesmente entrar no mercado sem se preocupar com o momento certo. A ideia por trás dessa estratégia é que em um período de tempo suficientemente longo, o momento ou preço de entrada não importarão muito.

A estratégia de comprar e manter é quase sempre baseada em análise fundamental e normalmente não se preocupa com indicadores técnicos. A estratégia também provavelmente não envolverá monitorar frequentemente o desempenho da carteira – apenas de vez em quando.

Embora o Bitcoin e outras criptomoedas existam há um pouco mais de uma década, o fenômeno HODL pode ser comparado à estratégia de comprar e manter. No entanto, as criptomoedas são uma classe de ativos arriscada e volátil. Embora comprar e manter o Bitcoin seja uma estratégia conhecida no espaço das criptomoedas, a estratégia de comprar e manter pode não ser adequada para outras criptomoedas.

Investimento em índices

Normalmente, o investimento em índices significa comprar ETFs e índices nos mercados tradicionais. No entanto, esse tipo de produto também está disponível nos mercados de criptomoedas. Tanto em exchanges centralizadas de criptomoedas quanto dentro do movimento de Finanças Descentralizadas (DeFi).

A ideia por trás de um índice de criptomoedas é pegar uma cesta de criptoativos e criar um token que acompanhe o desempenho combinado deles. Essa cesta pode ser composta por moedas de um setor semelhante, como moedas de privacidade ou tokens de utilidade. Ou pode ser algo completamente diferente, desde que tenha um feed de preço confiável. Como você pode imaginar, a maioria desses tokens depende muito de oráculos blockchain.

Como os investidores podem usar índices de criptomoedas? Por exemplo, eles podem investir em um índice de moedas de privacidade em vez de escolher uma moeda de privacidade individual. Dessa forma, eles podem apostar nas moedas de privacidade como um setor, eliminando o risco de apostar em uma única moeda.

O investimento em índices tokenizados provavelmente se tornará mais popular nos próximos anos. Ele permite uma abordagem mais relaxada para investir na indústria de blockchain e nos mercados de criptomoedas.

Pensamentos finais

Elaborar uma estratégia de negociação de criptomoedas que se adeque aos seus objetivos financeiros e estilo de personalidade não é uma tarefa fácil. Passamos por algumas das estratégias de negociação de criptomoedas mais comuns, então, esperamos que você possa descobrir qual delas é a mais adequada para você.

Para descobrir o que realmente está funcionando e o que não está, você deve seguir e acompanhar cada estratégia de negociação – sem quebrar as regras que você estabeleceu. Também é útil criar um diário ou planilha de negociação para que você possa analisar o desempenho de cada estratégia.

Mas vale ressaltar que você não precisa seguir as mesmas estratégias para sempre. Com dados e registros de negociação suficientes, você deve ser capaz de ajustar e adaptar seus métodos. Em outras palavras, suas estratégias de negociação devem estar em constante evolução à medida que você adquire experiência em negociação.

Também pode ser benéfico alocar diferentes partes de sua carteira para diferentes estratégias. Dessa forma, você pode acompanhar o desempenho individual de cada estratégia ao exercer um gerenciamento adequado de riscos.