'Eternamente uma lenda': Mundo homenageia a estrela brasileira Pelé | notícias de futebol

'Eternamente uma lenda': Mundo homenageia a estrela brasileira Pelé |  notícias de futebol

Lula e Obama se juntam a dezenas de torcedores que elogiam o falecido ‘rei’ do futebol por sua influência histórica dentro e fora do campo.

Políticos, atletas, clubes e comentaristas se uniram na onda de homenagens à falecida lenda do futebol brasileiro Pelé, elogiando suas contribuições e enfatizando que sua memória viverá enquanto o jogo for disputado.

Pelé, o único tricampeão da história da Copa do Mundo, morreu na quinta-feira aos 82 anos após uma longa luta contra o câncer.

O presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que teve um privilégio que muitos jovens brasileiros não tiveram: assistir Pelé jogar ao vivo.

“Poucos brasileiros levaram o nome do nosso país tão longe quanto ele… Nunca houve um 10 como ele. Obrigado, Pelé”, escreveu Lula em uma postagem nas redes sociais, referindo-se ao número da camisa de Pelé.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também elogiou Pelé, chamando-o de um dos maiores que já jogou o belo jogo.

“Como um dos atletas mais reconhecidos do mundo, ele entendeu o poder do esporte para unir as pessoas. Nossos pensamentos estão com sua família e todos que o amavam e admiravam”, disse Obama em um tuíte.

Pelé era conhecido como “o Rei”, marcando centenas de gols ao longo de sua carreira repleta de estrelas. Seus truques de marca registrada e velocidade de mercúrio ajudaram a revolucionar o jogo e aumentar a popularidade do futebol globalmente.

Em 2000, a entidade que rege o futebol mundial, a FIFA, nomeou-o jogador do século juntamente com o argentino Diego Maradona, falecido em 2020.

“Para sempre uma lenda. Descanse em paz, Pelé”, escreveu o clube italiano AS Roma no Twitter, enquanto o Manchester United agradeceu ao jogador brasileiro por trazer alegria aos torcedores de todo o mundo.

O Chelsea FC, com sede em Londres, chamou Pelé de “mestre do jogo bonito” na quinta-feira, e o zagueiro inglês Harry Maguire disse que Pelé era um “modelo dentro e fora do campo”.

Pelé serviu desde 1994 como “campeão do esporte” para a organização cultural das Nações Unidas, a UNESCO, ajudando a promover a educação física em todo o mundo.

Na quinta-feira, a UNESCO disse que Pelé “trabalhou incansavelmente para promover o esporte como uma ferramenta para a paz”, acrescentando que sua falta será sentida.

“Estamos profundamente tristes com a morte de Pelé. Estendemos nossas condolências ao povo brasileiro e à família do futebol”, disse a organização em um tweet.

A carreira de jogador de Pelé durou mais de 20 anos, terminando com o agora dissolvido New York Cosmos em 1977. Mas mesmo por gerações nascidas muito depois de ele pendurar as chuteiras, Pelé permaneceu sinônimo de futebol.

“O rei do futebol nos deixou, mas seu legado nunca será esquecido”, disse o astro do futebol francês Kylian Mbappé que, em 2018, se tornou o primeiro adolescente a marcar em uma final de Copa do Mundo desde Pelé.

O atacante do Manchester City, Erling Haaland, resumiu a influência de Pelé no futebol dizendo: “Tudo o que você vê qualquer jogador fazendo, Pelé fez primeiro.”

O congressista americano Adriano Espaillat também disse que Pelé foi uma “figura transformadora no esporte do século 20” com o nível de celebridade global que alcançou. “Que seu legado continue a inspirar gerações e seu talento seja lembrado para sempre. Descanse no poder”, disse Espaillat em um post nas redes sociais.

Relevant news

Deixe um comentário

error: