fbpx

O que é Forex?

Forex  é o mercado em que as moedas são negociadas. O mercado cambial é o maior mercado líquido do mundo, com valores negociados médios que podem ser trilhões de dólares por dia. Inclui todas as moedas do mundo.  O mercado forex está aberto 24 horas por dia, cinco dias por semana, exceto para férias, e as moedas são negociadas em todo o mundo entre os principais centros financeiros de Londres, Nova York, Tóquio, Zurique, Frankfurt, Hong Kong, Cingapura, Paris e Sydney. O forex é o maior mercado do mundo em termos do valor total de caixa negociado, e qualquer pessoa, empresa ou país pode participar deste mercado. O dólar dos EUA é a moeda mais negociada. O euro é a  moeda contra mais ativamente negociada , seguida do iene japonês, da libra esterlina e do franco suíço.

Como Investir no Forex?

Ao negociar no forex, você sempre troca um par de moedas; ou seja, você compra ou vende uma moeda por outra. Se você, por exemplo, especular que a libra britânica (GBP) reforçará em comparação com o dólar americano e, em seguida, você deve comprar (remover) o par de moedas GBPUSD. Se você especular o oposto (que o dólar americano vai ficar mais forte), então você vende o par de moedas. Assim, você sempre pode escolher uma posição na direção que você acredita que o mercado vai tomar. Isto aumenta suas oportunidades de negociação.

O que pode Afetar o Mercado de Forex (FX)?

Existem vários fatores que afetam as taxas de câmbio no mercado cambial, tais como a estabilidade política e econômica, bem como a política monetária dos países. No entanto, porque as transações Forex são imediatas, é a especulação que afeta principalmente as alterações de preço no mercado. Se investidores especularem, devido a um determinado motivo ou evento, uma moeda irá fortalecer ou enfraquecer, o preço no mercado é alterado, assim como a oferta e demanda da moeda relevante mudarão no mercado. Quanto mais as pessoas acreditarem que uma certa tendência vai acontecer, maior será o efeito sobre os preços de mercado.

Como é Regulado o Mercado Forex?

O Forex é o maior e mais líquido mercado do planeta. Esse tamanho e alcance criam desafios únicos em relação à regulação do mercado.

Como você regula um mercado que está sendo comercializado 24 horas por dia, em todo o mundo?

Não existe um órgão centralizado que rege o mercado de câmbio; Em vez disso, vários órgãos governamentais e independentes supervisionam o comércio forex em todo o mundo. Alguns destes incluem, mas não estão limitados a:

PAÍS ÓRGÃOS DE SUPERVISÃO
Estados Unidos A Associação Nacional de Futuros (NFA) Commodities Futures Trading Commission (CFTC)
Reino Unido Autoridade de Conduta Financeira (FCA)
Austrália A Australian Securities and Investments Commission (ASIC)
Japão A Agência de Serviços Financeiros (FSA)
Canadá A Organização Reguladora do Indústria do Investimento do Canadá (OCROC)
Ilhas Cayman Autoridade Monetária das Ilhas Cayman (CIMA)
Hong Kong A Comissão de Valores Mobiliários e Futuros (SFC)
Cingapura A Autoridade Monetária de Cingapura (MAS)
Reino Unido Autoridade de Conduta Financeira (FCA)
Belize Comissão de Serviços Financeiros Internacional (IFSC)
Bulgária Comissão de Supervisão Financeira da Bulgária (FSC)
Chipre Comissão de Valores Mobiliários do Chipre (CySEC)
Portugal Comissão Nacional do Mercado de Valores de Portugal (CMVM)
Brasil Comissão de Valores Mobiliários do Brasil (CVM)
México Comissão Nacional Bancária e de Valores (CNBV)

Os órgãos de supervisão globais regulam o Forex estabelecendo padrões que todos os corretores sob sua jurisdição devem cumprir. Esses padrões incluem ser registrado e licenciado com o órgão regulador, passando por auditorias regulares, comunicando certas mudanças de serviço aos seus clientes e muito mais. Isso ajuda a garantir que o comércio de moeda seja ético e justo para todos os envolvidos.

Escolhendo uma Corretora Forex

Existe alguns pontos elementares a considerar quando escolher a corretora forex adequada para você. Lembre-se que está a colocar dinheiro real ao cuidado da sua corretora; portanto, convém saber que recursos eles possuem. É igualmente importante cooperar com uma empresa reconhecida e com boa reputação para que tenha a certeza que os seus servidores são estáveis e dentro da conformidade das normas de pelo menos um ou dois países. Uma corretora sólida e de boa reputação irá sempre assegurar a segurança do seu investimento e a jurisdição para tratar do recurso, caso a corretora declare falência.

Não se esqueça que corretoras com um alto número de empregados conseguirá tratar melhor das suas necessidades quando estiver ao telefone. Mas o elemento mais importante a considerar quando escolher a corretora é a sua legitimidade. Não avance para qualquer opção; identifique primeiro os seus alvos, pondere elementos positivos de destaque assim como quaisquer outras ofertas que lhe possam dar mais vantagem pelo seu investimento. Escolha a corretora com uma plataforma fácil de usar e com as opções pelas quais estiver mais interessado.

Alavancagem 

A alavancagem é a relação do capital próprio e capital de crédito que compõem o capital total utilizado no investimento ou operação financeira. Como fonte de capital de crédito que se pode utilizar nos empréstimos, o capital de margem ou dívida. Com o uso do capital de crédito é possível reduzir significativamente o capital próprio utilizado e, com isso, é possível aumentar significativamente a rentabilidade de uma operação financeira. O uso de empréstimos ou dívida gera custos com as taxas de juro com o qual o investimento realizado tem que gerar lucros maiores aos juros pagos para que o saldo seja positivo para o investidor.

Tendência

A orientação geral para onde um ativo ou mercado se move é geralmente apelidado de tendência. As tendências podem ser a curto-prazo ou a longo-prazo; podem também ser de médio-prazo ou intermédias. Se for possível identificar uma tendência, poderá ser altamente lucrativa já que o trader pode depois “transacionar com a tendência” a fim de maximizar retornos.

De modo geral, transacionar com tendências tende a ser a estratégia mais fácil e luvrativa do forex. Se o mercado ou ativo apresentar uma tendência ascendente, não é sensato investir na ideia dessa tendência se inverter. Transacionar com tendências pode ser uma das estratégias mais eficazes no forex e é especialmente bastante útil para principiantes.

O que é PIP?

Em finanças, o pip é a unidade de mudança ou cotação da taxa de câmbio de um par de moedas. Este é um acrônimo para “Percentage in Point” ou “Price Interest Point” em opiniões diferentes.

Em todos os casos, o pip representa uma percentagem diferente e não fixa para cada paridade, dependendo da moeda em que ele escolhe para expressar a taxa de câmbio e o número de casas decimais da cotação. Ele geralmente corresponde à quarta casa decimal, exceto em pares em relação ao iene, a moeda não tem cents, e portanto, é sem decimais.

Exemplo: No par EUR / USD, a variação menor é de 0,0001. Se o EUR / USD passar de 1,3278 à 1,3279, então há uma variação de 1 pip para cima.

Note-se que várias plataformas de negociação têm aumentado o grau de precisão para a maioria dos principais pares de moeda, com uma casa decimal adicional, os preços são exibidos em décimos de pips.

O que é Spread?

A definição de spread é a diferença ou o diferencial entre duas taxas. No mercado de câmbio (Forex), é chamado de “spread bid / ask”, ou seja, é a diferença entre os dois preços. O preço ask corresponde ao preço pelo qual é possível comprar o valor financeiro, enquanto o preço bid é o preço pelo qual você pode vendê-lo. O spread é expresso em pips.

Por exemplo, se o preço de compra (ASK) do EUR / USD é 1,5763 e a venda (bid) é 1,5761, então o spread é 0,0002, ou seja, 2 pips. O spread é uma medida de liquidez do mercado. Quanto mais o spread estiver perto de zero, mais fáceis são as transações.

O spread é na verdade, muitas vezes a comissão que o corretor (broker) vai tocar na transação. Esta diferença de preços constitui na totalidade ou parte da remuneração do corretor. O nível de spread varia de corretora para corretora e alguns corretores usam isso como um ponto de venda para se destacarem da concorrência. Com a concorrência apertada enfrentando atualmente a indústria de investimentos Forex, os corretores atualmente praticam os spreads cada vez mais baixos.

O que é Cotação?

Na área da bolsa de valores, a cotação é uma operação pela qual um instrumento financeiro entra no mercado da bolsa de valores. Então isso é atribuir um valor de mercado de um título emitido por uma empresa. Este valor é fixado de acordo com as regras da oferta e da procura. Em um tempo definido, é equivalente ao preço que o maior número de ações podem ser negociadas. Na sua entrada no mercado da bolsa, o título é um valor de referência que então muda dependendo da oferta e da procura.

No campo do Forex, a “cotação” é a taxa de uma moeda contra a outra, também em um determinado momento.

Assim, quando a cotação de EUR / USD é 1,3279, devemos traduzir esta citação de “1 euro equivale à 1.3278 dólares.” A cotação é sempre lida todos os dias na mesma ordem (é expressa a moeda de base em função da moeda de contra-partida).

Contas Demo Forex

As contas demo são uma excelente maneira de aprender os conceitos básicos do Trading em Forex sem arriscar o seu investimento. Uma conta demo apresenta muitas vantagens já que é um modo seguro de conhecer a plataforma de trading e as suas opções. Será também capaz de testar várias estratégias de trading a fim de descobrir qual a que melhor se adequa a você.

Quase todas as contas demo disponibilizam as funcionalidades completas e preços de mercado em tempo real, e tudo sem arriscar perder o seu investimento. As contas demo dão-lhe a oportunidade de se familiarizar com o mercado forex de modo seguro e sem risco.

Gestão de Risco em Forex

No mercado forex, gestão de risco inclui identificar, analisar e aceitar ou mitigar as incertezas das tomadas de decisão no que diz respeito ao investimento. Tal é parte essencial da transação para investidores sérios e gestores de fundos já que é uma tentativa de quantificar potenciais perdas e agir (ou não) de acordo com os objetivos para investimento e tolerância para o risco. Uma gestão de risco insuficiente pode levar a perdas excessivas e a determinadas consequências que podem ser graves tanto para as empresas como para empresários.

A recessão de 2008 deve algumas das suas razões a uma gestão de risco insuficiente associada à concessão de crédito a pessoas que não se qualificavam para tal. Gestão de risco consiste em dois passos distintos: em primeiro lugar, determinar quais os riscos inerentes ao investimento e depois implementar estratégias adequadas às suas metas.

 

2018-10-13T00:47:35+00:00|Educacional Opções Forex|