මාධ්‍යවේදී Fredid Román – N+ ඝාතනය යුනෙස්කෝව හෙළා දකී

UNESCO condena assassinato do jornalista Fredid Román – N+

A Unesco condenou nesta sexta-feira o assassinato do jornalista Fredid Román em Chilpancingo, capital do estado de Guerrero, morto a tiros na segunda-feira quando saía de casa depois de publicar informações sobre o desaparecimento de 43 estudantes em Ayotzinapa em 2014.

අපි නිර්දේශ කරමු : Jornalistas protestam em Guerrero pelo assassinato de Fredid Román

“Peço às autoridades que investiguem este assassinato e garantam que seus autores sejam levados à justiça”, disse o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). ,

ඔඩ්රි අසෝලේ.

Román editava e dirigia o jornal La Realidad e tinha um noticiário nas redes sociais.

“Jornalistas em todo o mundo devem poder fazer seu trabalho com segurança, sem medo de violência. cia”, acrescentou Azoulay.

Román foi baleado dentro de seu carro no bairro de Progreso de Chilpancingo.

Segundo informações da Polícia Estadual, ele estava ferido dentro do veículo, mas quando os paramédicos da Cruz Vermelha chegaram ao local, o jornalista já havia morrido por ferimentos de bala recebidos em diversas partes do corpo.

Com informações da EFE. LLH

මෙම පශ්චාත් අගයන්න

අදාළ පළ කිරීම්

අදහස් දක්වන්න

නම් වට්සැප්
Reddit
FbMessenger
දෝෂය: